por Silvio Meira

agora, em vídeo, little brother

a

Em abril passado, falamos de um movimento que quer proibir o uso de sistemas de captura de informação como google glass em espaços fechados. quando você filma alguém com um celular ou câmera, é óbvio que há um registro sendo feito. quanto maior o dispositivo que é usado para o registro, mais claro é o fato. mas imagine a gravação sendo feita de forma quase transparente, como é o caso de glass. e veja a sequência abaixo, feita por chris barrett, que fez o primeiro vídeo, em glass, de uma briga de rua seguida de prisão dos envolvidos.

o vídeo não tem nada de especial e, para os padrões brasileiros recentes, não dá  nem pra chamar o que rola de “briga”. ele vale mesmo pela divisão de tempo em antes e depois de glass. imagine [e imagine-se] em um futuro próximo onde um grande número de pessoas “vista” algo como glass e quase todo mundo comece a capturar o que está acontecendo ao redor. isso vai gerar muito mais testemunhos oculares de qualquer história, literalmente, não? até porque você vai gravar muita coisa que começará de formas que não lhe chamariam a atenção mas… como o que rola é a observação do mundo através de um sistema, vamos acabar vendo muito mais.

glass não é o único HUD [heads up display] que está sendo proposto no momento e, se você pensou como seria legal todo mundo numa manifestação usar algo como ele pra registrar abusos, dá uma sacada no que os ingleses estão desenhando para a polícia usar, no vídeo abaixo. a nova guerra fria é de informação.

eles nos vigiam, nós os vigiamos, todos se vigiam.

Sobre o autor

Silvio Meira

silvio meira é cientista-chefe da TDS.company, professor extraordinário da CESAR.school e presidente do conselho do portodigital.org

por Silvio Meira
por Silvio Meira

Pela Rede

silvio meira é PROFESSOR EXTRAORDINÁRIO da cesar.school, PROFESSOR EMÉRITO do CENTRO DE INFORMÁTICA da UFPE, RECIFE e CIENTISTA-CHEFE, The Digital Strategy Company. é fundador e presidente do conselho de administração do PORTO DIGITAL. silvio é professor titular aposentado do centro de informática da ufpe, fundou [em 1996] e foi cientista-chefe do C.E.S.A.R, centro de estudos e sistemas avançados do recife até 2014. foi fellow e faculty associate do berkman center, harvard university, de 2012 a 2015 e professor associado da escola de direito da FGV-RIO, de 2014 a 2017.

Silvio no Twitter

Arquivo