ao fim deste quase já ido 2011 e janeiro de 2012, o blog vai publicar [ao contrário da norma, aqui] bits: textos pequenos, bem mais frequentes, sobre nossa [mundana] vida digital. ao invés dos raciocínios estruturados e interligados de costume, vamos nos ater a TRÊS parágrafos, no máximo.

vamos tratar de UMA situação, UMA explicação e/ou consideração e, se for o caso, UMA pergunta. depois, UMA consideração sobre o tema, talvez uma opção pessoal. corporativa, se pudermos revelar uma. regional, se isso fizer sentido considerar um país ou região no contexto. vamos ver no que dá.

Relógio

cientistas americanos e finlandeses testaram, pela primeira vez, uma lente de contato digital em um olho vivo. a lente, que depende de energia sem fio para funcionar, contém eletrônica capaz de intercambiar informação com o mundo exterior e um display de um único pixel.

image

como você pode ver pela imagem acima, trata-se de uma gambiarra, o tipo de exercício tecnológico que demonstra a possibilidade de se fazer algo mas que ainda está muito distante do que será verdadeiramente feito. no futuro, em escala, para nós todos. mas… todos? sim. imagine que você tenha uma destas e que possa, de alguma forma [subliminar?…] interagir com a rede. perguntar coisas para google e bing. consultar a wikipedia. mapas. interagir com seus amigos no facebook enquanto está na mesa com seus amigos no bar. não que você não faça isso hoje. mas direto, no olho, sem ninguém notar… vai mudar tudo.

image

as possibilidades são imensas. e as implicações também. quando a gente aprender a interagir com esta coisa [veja este texto de ficção] e ela estiver muito mais sofisticada, vamos "aumentar" a realidade ao nosso redor, em tese, com o que quisermos. como, pela lente, passar pela marginal do tietê achando –porque vendo!…- que é o champs-élysées. tô na fila pra testar.

Relógio