por Silvio Meira

livros? 129.864.880

l

em tempos de festa literária, a companhia determinada a “organizar” nada menos que “toda” a informação do mundo aparece com um número inusitado: cento e vinte e nove milhões, oitocentos e sessenta e quatro mil, oitocentos e oitenta. segundo google, esté é o numero total de títulos publicados em toda a história moderna do planeta, em todas as línguas e em todos os cantos. até ainda agora, claro, porque novos livros estão saindo a cada momento. para entender os detalhes que levaram google a declarar que é este o número de “livros” publicados, clique neste link.

sim… mas o número de livros publicados até agora tem alguma importância ou é só mais um item de cultura digital inútil, blogado, tuitado e retuitado durante algumas horas e, logo depois, desaparecido para sempre de nossos radares pessoais e relegado a um esconderijo lá no fundo da internet?

bem… google quer indexar e digitalizar todos os livros; pelo menos para google, o número é de importância fundamental, especialmente porque a companhia está identificando todos os que encontra, em qualquer língua, um a um, para criar a maior biblioteca global, talvez a biblioteca definitiva. breve, num leitor digital, google books. quer ver?… não vai demorar muito.

para os leitores, principalmente os que têm o vício diuturno da leitura, o número astronômico de títulos encontrados por google em todas as estantes, livrarias, editores nos dá a certeza de que nunca os leremos todos. nem dez por cento deles. nem um porcentozinho que seja… nem…

* .* . *

[em abril passado, o blog publicou um longo texto sobre o livro digital e seus direitos de leitor, resultado de uma participação no congresso internacional do livro digital em são paulo. minha palestra, lá, teve por tema literatura digital: o passado recente e o futuro próximo, vistos de um presente confuso… pois ainda falta muita definição, padrões e, quem sabe, regulação, além de muito tempo e recursos investidos em tentativas, erro e aprendizado {como google indexando “todos os livros”}, até que a coisa toda fique mais ou menos normal, daqui a alguns anos, uma década, quem sabe. os slides da palestra estão aqui. boa diversão…]

Sobre o autor

Silvio Meira

silvio meira é cientista-chefe da TDS.company, professor extraordinário da CESAR.school e presidente do conselho do portodigital.org

30 comentário

  • S, só para ilustrar, sobre regulação, na Alemanha o PREÇO do livro digital e o do convencional NÃO podem ser diferentes. É LEI.

  • S, só para ilustrar, sobre regulação, na Alemanha o PREÇO do livro digital e o do convencional NÃO podem ser diferentes. É LEI.

  • Por que o custo (livro digital x convencional) não pode ser diferente? Afinal, o livro convencional tem um custo de impressão…

  • Por que o custo (livro digital x convencional) não pode ser diferente? Afinal, o livro convencional tem um custo de impressão…

  • Qual são as vantagens e desvantagens de se ter um livro convencional e digital?

    – o livro digital seria usado através de um computador que consome energia elétrica que é produzido por usinas e que degradam o meio ambiente;

    – o livro convencional é impresso em papel que provém de árvores do meio ambiente, mais outra forma de degradação quando a fonte de papel não é de reflorestamento ou papéis reciclados ou reutilizáveis.

    Os dois pontos acima não traduz todas as vantagens e desantagens, mas serve para ilustrar algo a se pensar. Qual modelo pesa mais, num contexto global?

  • Qual são as vantagens e desvantagens de se ter um livro convencional e digital?

    – o livro digital seria usado através de um computador que consome energia elétrica que é produzido por usinas e que degradam o meio ambiente;

    – o livro convencional é impresso em papel que provém de árvores do meio ambiente, mais outra forma de degradação quando a fonte de papel não é de reflorestamento ou papéis reciclados ou reutilizáveis.

    Os dois pontos acima não traduz todas as vantagens e desantagens, mas serve para ilustrar algo a se pensar. Qual modelo pesa mais, num contexto global?

  • o site de busca por imagens da google está horrivel
    sem condições de pesquisa
    é muita incompetencia

  • o site de busca por imagens da google está horrivel
    sem condições de pesquisa
    é muita incompetencia

  • No Brasil uma iniciativa do Governo obriga a partir de agora todas as escolas a montarem uma biblioteca, confiando que todas elas saberão escolher e terão recursos para comprar livros de qualidade e em profusão – livros convencionais, suporte papel – e pior todo mundo bateu palmas.
    Muito mais inteligente seria organizar uma unica e completa biblioteca digital a qual todas as escolas tivessem acesso em tempo real.
    Acorda Brasil estamos em 2010, Silvio empunhe esta bandeira !

  • No Brasil uma iniciativa do Governo obriga a partir de agora todas as escolas a montarem uma biblioteca, confiando que todas elas saberão escolher e terão recursos para comprar livros de qualidade e em profusão – livros convencionais, suporte papel – e pior todo mundo bateu palmas.
    Muito mais inteligente seria organizar uma unica e completa biblioteca digital a qual todas as escolas tivessem acesso em tempo real.
    Acorda Brasil estamos em 2010, Silvio empunhe esta bandeira !

  • Romano
    Você está muito nervosinho acalme amigo as coisas não são assim
    para tudo se tem uma solução como burlar,hackear,crackear entre outras maneiras de termos todos o livros que bem entender
    abraços jovem

  • Romano
    Você está muito nervosinho acalme amigo as coisas não são assim
    para tudo se tem uma solução como burlar,hackear,crackear entre outras maneiras de termos todos o livros que bem entender
    abraços jovem

  • Caro André, não sou contra nem a favor à lei alemã. Foi só uma ilustração para levantar a questão e ver se alguém mais teria detalhes sobre regulação. Não foi uma indignação sobre preços! Relendo, talvez tenha dado esta impressão, mas não foi esta a idéia. Na verdade, até agora, prefiro o livro impresso e passear por uma boa livraria, mas o debate está aberto. E calma, é só um debate. Abs jovem.

  • Caro André, não sou contra nem a favor à lei alemã. Foi só uma ilustração para levantar a questão e ver se alguém mais teria detalhes sobre regulação. Não foi uma indignação sobre preços! Relendo, talvez tenha dado esta impressão, mas não foi esta a idéia. Na verdade, até agora, prefiro o livro impresso e passear por uma boa livraria, mas o debate está aberto. E calma, é só um debate. Abs jovem.

  • Caro Silvio,

    Recibi um e-mail ontem me pedindo seu contato para um ciclo de palestras. Fiquei assustada pelo e-mail ser encaminhado para mim, uma vez que não o conheço ainda.
    Por outro lado, gostaria de me apresentar, sendo que sou palestrante (há 40 anos) sobre Disney e recentemente Beto Carreiro, o qual estou escrevendo um livro.
    Gostaria muito da oportunidade de lhe conhecer,
    Agradeço

    Ginha Nader

    ginha@ginhanader.com.br

  • Caro Silvio,

    Recibi um e-mail ontem me pedindo seu contato para um ciclo de palestras. Fiquei assustada pelo e-mail ser encaminhado para mim, uma vez que não o conheço ainda.
    Por outro lado, gostaria de me apresentar, sendo que sou palestrante (há 40 anos) sobre Disney e recentemente Beto Carreiro, o qual estou escrevendo um livro.
    Gostaria muito da oportunidade de lhe conhecer,
    Agradeço

    Ginha Nader

    ginha@ginhanader.com.br

por Silvio Meira

Pela Rede

silvio meira é PROFESSOR EXTRAORDINÁRIO da cesar.school, PROFESSOR EMÉRITO do CENTRO DE INFORMÁTICA da UFPE, RECIFE e CIENTISTA-CHEFE, The Digital Strategy Company. é fundador e presidente do conselho de administração do PORTO DIGITAL. silvio é professor titular aposentado do centro de informática da ufpe, fundou [em 1996] e foi cientista-chefe do C.E.S.A.R, centro de estudos e sistemas avançados do recife até 2014. foi fellow e faculty associate do berkman center, harvard university, de 2012 a 2015 e professor associado da escola de direito da FGV-RIO, de 2014 a 2017.

Silvio no Twitter

Arquivo